Sistemas de RPG para os iniciantes…

Vou falar um pouco sobre sistemas de RPG. Usando algumas definições de sites e blogs espalhados pela internet, vou postar alguma coisa sobre os sistemas que eu conheço, para que os que não conhecem, possam saber um pouco mais sobre os sistemas de RPG.

 

Para começar a conversa, precisamos definir sistema de RPG.

Um sistema é simplesmente um conjunto de regras que ajuda o narrador e os jogadores a descrever as suas atitudes. É como uma solução para a velha discussão numa brincadeira de “polícia e bandido”, onde alguém atira e ninguém sabe se acertou ou não.

 

GURPS

As regras de GURPS abrangem todos os gêneros de ficção da literatura e do cinema. Apenas com o Módulo Básico, já é possível criar campanhas inteiras e extensas. Além disso, os mestres e jogadores que desejarem se aprofundar em determinados assuntos ou cenários dispõem dos suplementos, livros auxiliares que se especializam num único tópico.
Esses suplementos, descritos a seguir, incluem continentes medievais, cortes de nobres mosqueteiros, futuros distantes, viagens espaciais, cultura oriental, ambientes históricos (também apresentados na linha Mini Gurps), magia, terror, conspirações, tecnologia avançada, super-heróis, poderes psíquicos e muito mais.

 

D&D

O  Dungeons & Dragons  Roleplaying  Game é  o jogo que definiu o gênero e determinou o padrão para o RPG de antasia por mais e 30 nos. Ele é uma experiência social e criativa, que envolve os jogadores em um mundo de fantasia repleto de heróis valentes, monstros perigosos e muitos ambientes irão criar personagens que se desenvolverão e crescerão a cada aventura que completarem. Os Jogadores criam personagens heróicos de fantasia, como guerreiros incríveis, ladinos espertos ou magos poderosos, os quais eles levam para séries contínuas de aventuras, trabalhando em conjunto para derrotar monstros e outros desafios, crescendo em poder, glória e experiência.

 

DAEMON

O Sistema Daemon foi publicado pela primeira vez em 1992. A partir de 1996, praticamente um suplemento novo para este RPG nacional foi colocado nas lojas a cada mês. Em menos de três anos já temos Guias de Armas de Fogo, de Armas Medievais, regras para Anjos, Demônios, Vampiros, Templários, Inquisidores, Agentes do FBI, Membros da Equipe Ares, Raças alienígenas, Raças de Fantasia Medieval, Magias, Poderes Psiônicos, Cibernéticos e equipamentos de última geração. Tudo isto pode ser encontrado, sem contar as dezenas de adaptações de mangá, quadrinhos e filmes em netbooks que podem ser baixados da internet de graça.

 

3D&T

3D&T é a terceira edição de Defensores de Tóquio, jogo brasileiro de RPG que surgiu como sátira para Animes e Mangás, mas que se tornou rapidamente popular, apesar de criticado por suas peculiaridades ele obedece a proposta de ser extremamente simples, um grupo pode fazer suas fichas em poucos minutos e começar a jogar.

A principal característica do sistema é foque em personagens superpoderosos, típicos de animes e manga, por isso pessoas normais tem caracteristicas de variam de 0 à 1 e tudo à partir de 2 para cima já é “extraórdinário”, além disso o sistema não usa equipamentos (embora existam itens mágicos) a fonte da sua força ou armadura são meramente ilustrativos.

 

VAMPIRO: A MÁSCARA

Vampiro: A Máscara (Em inglês: Vampire: The Masquerade) é um RPG de horror gótico criado por Mark Rein-Hagen e publicado pela White-Wolf Inc. nos Estados Unidos e pela Devir no Brasil. Na trama, os jogadores interpretam um vampiro, que busca sobreviver no Mundo das Trevas, bebendo sangue dos humanos para continuar sua existência profana.

 

MUNDO DAS TREVAS

Lançado em Agosto de 2004, o Novo Mundo das Trevas conserva algumas características dos seus antecessores [Vampiro: a Máscara, Lobisomem: o Apocalipse e Mago: a Ascenção], mas a temática punk-gótica foi substituída pelo tema mistérios sombrios, colocando mais ênfase sobre o desconhecido e o macabro do que sobre a opressão e o desespero. Esse novo Mundo das Trevas é, sob vários aspectos, mais parecido com o mundo real, mas com diferenças fundamentais e perturbadoras, a maioria das quais não é clara à primeira vista.

Lançado em um formato mais econômico, contando com um único livro básico chamado simplesmente World of Darkness, o segundo cenário leva vantagem por ser mais coeso em termos de regras e ambientação que seu predecessor. O jogo pode ser expandido de diversas formas através dos complementos já lançados, entre os quais figuram Vampiro: O Requiém, Lobisomem: Os Destituídos [ambos já em português], Mage: The Awakening e Promethean: The Created., ambos descrevendo vampiros e lobisomens bem diferentes daqueles do original.

 

SHADOWRUN

Shadowrun é uma das ambientações mais fantásticas e originais já escritas. Antigamente, ninguém ia acreditar que uma mistura de Humanos/Anões/Elfos/Trolls/Orks e Monstros relacionados com alta tecnologia pudesse dar certo. Mas o pessoal da falecida editora FASA conseguiu fazer uma excelente ambientação sem nenhum momento cair no esquema “cine trash”. A parte de magia no jogo é muito bem conceituada (tanto a magia hermética quanto a magia shamânica), e, nesse quesito, Shadowrun pode ser considerado um dos melhores jogos estilo Cyberpunk.

 

Bem, pode não ser muito, mas já joguei com esses sistemas e posso dizer que todos eles fazem bem o seu papel. Com exceção de um ou dois que se sobressaem sobre os demais, todos são bons sistemas.

Espero que alguém leia um desses e veja como é bom o mundo do RPG

E um pedido para os leitores: Se possível, escreva um pouco sobre os sistemas que não foram citados aqui. Tem muita gente que não conhece o RPG e que pode começar a ler sobre, caso ache um sistema que lhe interesse.

Obrigado…

Anúncios

5 pensamentos sobre “Sistemas de RPG para os iniciantes…

  1. Ok, para expandir um pouco: “Ao Cair da Noite” é um sistema desenvolvido por mim. Ele é mais voltado a cenários “realistas”, onde ferimentos podem matar facilmente, e tem algumas similaridades com o WoD. O Livro de Regras e muito material gratuito pode ser baixado gratuitamente no meu site ( http://www.underhaven.com.br ). O sistema se baseia em lançamentos de dados de 10 faces contra uma dificuldade estipulada pelo Narrador, tem seis Atributos e muitas opções de criação de personagens.

  2. FUDGE, FATE e Espírito do Séulo podem ser boas opções para iniciantes, ainda mais FATE sem Perícias, apenas com Aspectos, e o Espírito do Século caso o mestre coordene bem a criação de personagens.

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s