Tipos de jogadores…

Ontem falei sobre isso com o Emilson, do RSC. Pensei em revirar minhas revistas de RPG antiquíssimas para ler sobre o assunto, mas preferi buscar na net, pois com certeza encontraria algo do gênero. Encontrei, porém, eu vou citar primeiro os tipos de jogadores que temos em Acaraú e depois, no mesmo post, falar sobre outros tipos de jogadores

Vamos aos exemplos:

O indeciso: Esse tipo de jogador é aquele que nunca sabe o que fazer, seja por ter medo das conseqüências do jogo, ou por estar, simplesmente, perdido demais para poder saber o que fazer.
– Cena Comum: Quando questionado sobre o que vai fazer na cena, o jogador responde simplesmente: “Ai, ai, ai, o que faço agora?”

O sabichão das regras: O terror do mestre, esse jogador é, geralmente, um mestre “aposentado”, ou um jogador que já leu o livro do jogador e de regras pelo menos umas duas vezes. Dessa forma, O sabichão das regras sente-se no direito de contestar o que ocorre no jogo e de citar regras que o mestre não está aplicando. Sem dúvidas, é o jogador que mais dificulta o andamento do jogo.
– Cena Comum: Discutindo com o mestre, fala: “Mas de acordo com o Livro do Mestre, página 122, você tinha de rolar um dado para ver a chance de a arma quebrar!”

O perguntador: Esse tipo de jogador é aquele que pergunta a mesma coisa, dezenas de vezes, para todos os NPCs que encontra no caminho, chegando a ser irritante (principalmente para o mestre).
– Cena Comum: Para todo NPC falante encontrado no jogo, surge a mesma pergunta: “Você sabe como faço para chegar na grande árvore dos frutos vermelhos?”

O impulsivo: O tipo de jogador mais amado pelo mestre de jogo, O Impulsivo é aquele que age sem pensar nas conseqüências para o grupo, ou para si mesmo; gosta mesmo é de ação.
– Cena Comum: O mestre narrava: “Vocês encontraram uma poção de cor parda, cujo…”, quando o Impulsivo interrompe: “Eu bebi!”

O perdido: Facilmente encontrável entre jogadores iniciantes, o perdido é aquele que nada sabe sobre as regras e, até mesmo, sobre o que está acontecendo.
– Cena Comum: Quando questionado sobre o que fará, responde: “Quem? Eu?”

O engenheiro de personagens: Esse é aquele jogador que passa horas debruçado sobre o livro de regras, criando seu personagem. Sabe, como poucos, como criar um personagem perfeito, e facilmente o fará se o mestre não estiver atento à sua construção.
– Cena Comum: Colocando essa desvantagem aqui (Senso de Dever para com raposas selvagens) poderei aumentar minha força, ou o clássico, em uma variação apelona, vou comprar Empatia com Animais para ter o bônus em Medicina e Cirurgia.

O puxa-saco: Personalidade comum, não somente no mundo dos RPGs, o puxa-saco procura, a todo tempo, bajular o mestre para conseguir concessões e, quem sabe, ter o mesmo status da namorada/pretendida do mestre.
– Cena Comum: É sempre o primeiro a rir, seja qual for a piada contada pelo mestre.

***** ***** ***** ***** *****

Bem, aqui em Acaraú temos esses tipos de jogadores [no meu ponto de vista] e eu não citei nomes justamente para que eles reflitam e vistam suas carapuças [kkk]. Mas existem outros tipos de jogadores. Alguns espécimes que não temos em nossa fauna acarauense de jogadores. Pelo menos eu acho que não. E são os seguintes:

O bom-vivant: É o jogador que não se preocupa com nada mais, a não ser a diversão do jogo. Não importa se possui o melhor, ou o pior personagem, quer, apenas, divertir-se jogando RPG.
– Cena Comum: Quando o grupo entra em discussões, sempre se oferece para resolvê-las e continuar, logo, o jogo.

O sentimental: Esse tipo de personagem apega-se sempre ao lado sentimental de cada cena. Se alguém é atingido, preocupa-se com a dor, se um NPC o agrada, logo quer manter maiores relações.
– Cena Comum: O mestre narrava: “Vocês caminhavam pela floresta e encontraram…”, quando o sentimental interrompe: “A vista era bonita?”

O palhaço: Essencial para deixar as partidas mais divertidas, o palhaço está no jogo, apenas, para divertir-se e “mostrar-se” para os demais jogadores. Possui muitas idéias sobre o que fazer, sendo que, estas, estão sempre buscando a risada como ponto final. Seria um excelente Malkaviano.
– Cena Comum: Durante o jogo, ele sempre atrai a atenção por brincar constantemente com as miniaturas.

O kamikase: Esse tipo de jogador não possui amor por seu personagem e quer, tão somente, fazer, no RPG, as coisas mais impossíveis que vc pode imaginar, de preferência, aquilo que seria impossível na vida real.
– Cena Comum: Quando as coisas dão errado, ele diz: “Vou entrar naquela caverna e acabar com o dragão! Quem vem comigo?”

O medroso: Extremo oposto do Kamikaze, este é o jogador que escolhe ser mago, simplesmente para ter uma desculpa para não se arriscar. Raramente voluntaria-se para qualquer ação mais perigosa, do que beber uma poção de cura.
– Cena Comum: Quando a coisa aperta, é sempre o primeiro a correr.

A namorada/pretendida do mestre: Jogador imbatível, possui todas as concessões necessárias para o sucesso. Seu padrão de personalidade de jogo não importa muito, pois possui um aliado onipotente, que poderá salvá-la de todos os perigos.
– Cena Comum: O mestre mente a respeito do resultado de uma jogada de dados oculta, pois, afinal, sua vida não é só RPG!

O sortudo: É aquele jogador que insiste em tirar sucessos decisivos nas batalhas mais importantes. Tratado como rei entre os outros jogadores, sua sorte geralmente irrita o mestre de jogo.
– Cena Comum: O jogador é um humano e mata, sozinho, um vampiro, graças à sua sucessão de sucessos decisivos.

Os Lawful Good e os Chaotic Evil: São aqueles que procuram o bem ou o mal absoluto de seus personagens, dependendo do caso. Sua moral (ou imoralidade) e código podem, muito bem, atrapalhá-lo durante o jogo; mas isso não importa, o que eles desejam é mostrar suas aspirações mais profundas.
– Cena Comum: Chaotic Evil: “Mate! Mate!”; Lawful Good: “A paz é a solução!”

O meticuloso: Esse tipo de jogador é aquele que “toma nota sobre todas as palavras do mestre”, para depois cobrá-las, ou usá-las durante o jogo. Se estão no labirinto, ele sabe o caminho de cor, se são policiais, atentam para cada detalhe da cena do crime.
– Cena Comum: O jogador não para de anotar, na costas da ficha do personagem, tudo aquilo que julga importante (o que vem a ser TUDO mesmo).

Bom, é isso, que cada um reflita e saiba como se acha jogando numa mesa de RPG. E se não for pedir muito, gostaria que os amigos aqui de Acaraú que já mestraram para mim, me dissessem que tipo de jogador eu sou…

Até mais…

Texto retirado dos artigos do Gurps à Pampa. Editado por Alexandre Nordestinus.

Anúncios

10 pensamentos sobre “Tipos de jogadores…

  1. Acho q não me enquadro nos tipos de personagem q vc acha q tem no Acaraú! Gostaria de saber de vc mesmo, Alexandre, qual seria o estilo de personagem mais parecido comigo!
    Ao meu ver eu tenho algumas misturas de tipo de jogadores, que prefiro não citar agora, pois é o q EU acho! E nada melhor do que o proprio mestre me dizer em qual estilo de jogador mais me pareço. 😀

  2. Poxa perdido?! pegou pessado! É, realmente não entendo muito das regras, mas não saber o que está acontecendo; e não me envolver com a historia ao ponto de não tomar deciões e agir como se tivesse em outro lugar! aí não sou eu! Mas blz! é a sua opinião! Como agora é o “novo” Diego o estilo de personagem tb é diferente!

  3. Bom, recebi um email do meu mestre estes dias, se tratava de “Tipos de Jogadores”, como sei que ele não falha nas suas tentativas de me fazer rir entrei e adorei o site.

    Particularmente falando devo ser “Tipo de Jogador Multiclasse dos tipods de jogadores” Sí é que me entendem. Sou uma mistura perfeita de: “O sabichão das regras”, “O palhaço”, “O meticuloso”.
    Se posso explicar o porque ai vai.

  4. O sabichão das regras: Jogamos RPG na casa do meu cunhado toda sextas-feiras, ele era novato na parte de regras apezar de jogar a 4 anos, mas tinha grandes ideias sobre aventuras. Depois de 2 meses de jogo ele desidiu para de jogar porque toda vez que ele mandava alguem fazer um teste de qualquer coisa eu interompia dizendo que o teste éra outro. MAS ERA OUTRO MESMO. =(
    O palhaço: Muitas vezes até atraplho o bom desenvolvimento do jogo devido minhas brincadeiras. 🙂

  5. O meticuloso: Sou desse tipo de jogador e tenho um grandioso motivo, o motivo pelo qual jogo a 4 anos a mesma aventura e mesmo assim deixo passar muitas pistas ditas desdo começo de nossa aventura e que so depois de 4 anos são reveladas. Particulamente falando “Meu mestre é o cão chupando manga do lado avesso”. O cara é muito inteligente e não querendo mostrar nenhum outro tipo de personagem que não existe em mim (“O puxa-saco”), mas sim que o ultimo TIPO DE JOGADOR me deixa com todos os pés para traz com ele.

  6. E se querem ver o motivo que tenho basta entrar no blog dele que conta todas as nossas aventuras e tomarem suas proprias conclusões. Obs: Leia do primeiro cap. até o ultimo. Só assim vera que ele é Son Of bitch. (:
    Agradecido. NAILO !

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s