[ACN] Dados Vs. Interpretação

Esse texto foi retirado do mesmo netbook citado no artigo anterior ([ACN] Conflitos Sociais). Mesmo ele fazendo parte do netbook Conflito Social – Altercações e Debate, acredito que o texto é muito interessante e que deva ser apresentado em um artig0 exclusivo.

Muitos jogadores e Narradores podem argumentar que situações sociais deveriam ser resolvidas pela interpretação dos jogadores e não através de rolagens de dados. O que muitos desses defensores esquecem, contudo, é que isso é o mesmo que assumir que o jogador e o personagem têm o mesmo Carisma e a mesma capacidade de persuasão. Muitos jogadores também se sentem ressentidos quando seus personagens são forçados a acreditar em algo ou a seguir um líder por que perderam num teste social, argumentando que isso vai contra o espírito de “interpretação” de um RPG.

Ora, interpretar um personagem é mais do que apenas pôr palavras na boca dele: é reagir a situações como ele faria, e não como o jogador gostaria de fazer. Se seu personagem é convencido a fazer algo pelo bom argumento de um NPC, mesmo que o jogador saiba que o NPC está mentindo, a boa interpretação é aquela que ignora o conhecimento meta-jogo e segue aquilo que o personagem sente e acredita ser a verdade.

Da mesma forma, se o Narrador resolve as situações sociais apenas na “interpretação”, então ele está considerando o carisma e a capacidade de argumentação do jogador e não do personagem. Muitos jogadores se aproveitam dessa brecha para colocar em níveis baixos em Carisma e Aptidões sociais, pois usarão seu próprio talento ao invés do de seus personagens. Isso também prejudica jogadores tímidos ou com fraca argumentação, pois mesmo que seus personagens tenham sido construídos com habilidades sociais fortes, eles terão dificuldades em se sair bem nas situações sociais dentro do jogo.

Vamos comparar isso à Força ou a Agilidade do personagem. Por acaso, se o jogador for mais fraco que seu personagem, o Narrador dá penalidades nos testes de Força? Se o jogador tiver conhecimentos de artes marciais, mas o personagem não, o Narrador dá dados extras para ele fazer testes de ataque? Não se deve confundir a capacidade do jogador com a de seu personagem. Se você não o faz nas habilidades físicas, também não deve fazer nas mentais e sociais.

A solução, portanto, é usar os dados e regras para decidir sucesso e fracasso. Contudo, isso não significa que a interpretação do jogador seja inútil: num combate, as ações do personagem são ditadas pelo bom senso do jogador; ele diz quando dará um soco, chute ou agarrão. Em situações sociais, interpretar é mostrar o que o personagem está fazendo, da mesma forma que num combate o jogador “mostra” (descrevendo) o que o personagem faz. De pendendo do quão bem o jogador se saiu na interpretação, pode até ser que o teste fique mais fácil ou mais difícil (da mesma forma que desferir o ataque mais eficiente pode ajudar em um combate físico).

* * *

Utilizarei partes do texto para apresentar a minha opinião:

  1. “Exigir a interpretação em ações sociais ao invés de rolagens de dados é assumir que o jogador e o personagem têm o mesmo carisma e a mesma capacidade de persuasão”.
    • Penso nisso sempre que escuto (ou leio) os narradores que utilizam esse método. Assim como o jogador não sabe lutar caratê, mas mesmo assim o seu personagem luta, por que possui a perícia, o mesmo deve ser feito com as perícias de sociais. Isso em um primeiro momento, utilizando a forma mais simples de narrar uma historia. Porém, o narrador deve fazer com que a interpretação influencie no teste. Respeitando os limites do jogador na hora de exigir a interpretação.
  2. “Alguns jogadores se aproveitam dessa brecha, a interpretação ao inves do teste, para colocar níveis baixos em Carisma e Aptidões sociais, pois usarão seu próprio talento ao invés do de seus personagens.”
    • Eu admito que esta é a minha atitude em relação aos meus últimos personagens, depois que passei a participar de grupos que atuam desse forma: resolver os problemas sociais com interpretações. Para que server ter um alto NH em Sex-Appeal (Pericia do sistema gurps), se não haverá a necessidade de testes. Assim fica mais evidente a necessidade de teste ou que pelo menos a interpretação do personagem influencie no teste, deixando-o mais facil ou mais dificil (bonus ou redutor).
  3. “Se o jogador for mais fraco que seu personagem, o Narrador dá penalidades nos testes de Força? Se o jogador tiver conhecimentos de artes marciais, mas o personagem não, o Narrador dá dados extras para ele fazer testes de ataque?”
    • Acho que as perguntas já estão bem claras. Mas a quem possa argumentar que sejam casos diferentes, porém, peço para que aqueles que pensem desse jeito que lembrem da mecânica do rpg, das regras, e que no final em ambos os casos tratam-se de testes, ou seja, jogadas de dados.
  4. “Contudo, isso não significa que a interpretação do jogador seja inútil”
    • Com certeza não. O ato de interpretar vai mostrar a forma que o jogador está conduzindo a situação: se ele estiver conduzindo de uma maneira eficiente, bonus no teste; se está seguindo de maneira errada, redutor no teste.

Na conclusão das minhas opiniões, vejo que o texto do netbook e o meu texto são a mesma coisas, mas escritos de forma diferente. Porem, essa foi exatamente a intenção, pois esse foi o meu objetivo. O motivo de ter feito isso foi que Mestre Tiago “ACN” escreveu de forma bem interessante e clara. Espero que mais alguém concorde com esse artigo e com o texto retirado do netbook. Parabéns Tiago e o netbook é altamente recomendado.

Anúncios

Um pensamento sobre “[ACN] Dados Vs. Interpretação

  1. olha, acho q nas ocasiões sociais, o jogador deverá interpretar e dependendo de como ele interpreta, fazer a parada de dados com os modificadores negativos ou positivos.

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s