Hulk Contra O Mundo e Vampire Kisses…

HULK CONTRA O MUNDO ESPECIAL – PÓS-GUERRA
Greg Pak (texto) e Leonard Kirk (arte)
[Panini, 156 págs, R$ 17,90]

A saga Hulk Contra O Mundo começou bem, com um roteiro que unia muita ação com uma pretensa intelectualidade e filosofia, que no final não atrapalhava a série. Também foi interessante porque trouxe novas ideias para um personagem tão rico como o Hulk, mostrando que é possível sim, explorar outros gêneros além das clássicas sagas de caçada ao verdão. A Marvel recobrou o interesse a partir da saga Planeta Hulk, que se inspirou nas histórias antológicas dos anos 1970 passadas na dimensão conhecida como Encruzilhada. A Panini colocou nas bancas esta semana o suspiro final da saga, com este Hulk Contra o Mundo Especial: Pós-Guerra. O encadernado conta a reconstrução de Nova York e como ficou o Pacto de Guerra do Hulk, o seu grupo de aliados alienígenas que o ajudou nas batalhas. Como todo adendo a eventos pode supor, não se trata de uma obra essencial, mas o texto de Greg Pak torna a leitura ao menos agradável. Mas a rememoração de fatos sem trazer nenhum fato realmente relevante cansa o leitor lá pela metade da edição. Trata-se de uma revista voltada para colecionadores obcecados. Os sensatos deixarão de mão.

VAMPIRE KISSES – LAÇOS DE SANGUE
Ellen Schreiber (Roteiro) e REM (Arte)
[New Pop, 112 págs, R$ 6,90]

Vampiros estão pautando editoras, estúdios de TV e escritores. Nenhuma novidade até aí. Agora, a pequena editora New Pop lança o quadrinho Vampire Kisses – Laços de Sangue. O diferencial é que, apesar da minissérie aproveitar estrategicamente o sucesso da série Crepúsculo, de Stephenie Meyer, ela na verdade foi lançada em 2003, mas não teve uma repercussão tão grande quando os irmãos Cullen e sua repressão sexual. Escrita por Ellen Schreiber, foi milimetricamente pensada para atrair a garotada fã de mangá, mas seu tom trafega entre a pasteurização ianque e o melodrama japonês. A história também não tem muitas surpresas: uma menina (Raven Madison) e sua inadequação ao ambiente (a pequena e careta cidade de Dullsville) às voltas com seu namorado bonitão e vampiro. No brasil, sairá em três edições. O traço delicado conduz a leitura sem dificuldades, o que deve atrair até mesmo quem não curte o gênero.

Boa pedida, para quem anda entediado com a ‘Turma da Mônica

Anúncios

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s