E a perícia Atuação de D&D 4ª Ed., cadê?

O companheiro Alexandre, do blog Rpg Virtual, levantou no fórum Rapsódia o questionamento sobre a exclusão da perícia Atuação da 4ª Edição de D&D. Na ocasião achei que seria estranho não ter essa perícia, por que mais e mais o sistema caminha para ser apenas combate. Pelo menos é a impressão que dá. Mas depois, prestando atenção no atual grupo de D&D que participo e lembrado de outros em que participei, ou mestrei, percebi que a pericia Atuação na edição 3.X de D&D não tem muita utilidade durante as sessões. E que ela só é realmente “escolhida” se for pre-requisito para alguma outra coisa.

Por isso acho que talvez, e só talvez, a exclusão da perícia Atuação tenha sido uma boa sacada dos escritores de D&D. Pra que utilizar espaço com uma perícia ou qualquer outra coisa que não seja realmente útil?

Mesmo achando que ter tirado foi uma boa em relação a mecânica, vivo um paradoxo. Por que assim como o companheiro Alexandre, acho que a perícia Atuação dava uma melhor caracterização ao personagem para assuntos fora do combate. Chegando até mesmo a ajudar na personalidade. Eu tinha um personagem Samurai no cenário de Tormenta que em suas horas vagas, que eram raras, pintava. O mal nisso é que ele só tinha 2 graduações na perícia a ser utilizada. Sei que pintar não tem nada haver com Atuação, mas na ocasião eu fiquei em duvida entre pintar ou tocar um intrumento (coisas de Samurai e o Bushido). O importante é que sem a perícia Atuação o meu Samurai teria menos opções de ter como apresentar sua “Arte”.

Pra finalizar deixo as seguintes perguntas:

  • Alguém sabe se existe alguma perícia na 4ª edição de D&D que funcionara semelhante a Atuação?
  • Atuação vai fazer falta na quarta edição?
  • Você, alguma vez, já utilizou a perícia Atuação?

Tem muitas outras perguntas, mas vamos deixar para próxima.

Para mais detalhes sobre o assunto clique AQUI para acessar o fórum Rapsódia, e veja outras opiniões.

Anúncios

9 pensamentos sobre “E a perícia Atuação de D&D 4ª Ed., cadê?

  1. Oi,

    Eu tenho uma visão diferente.
    Considere que NENHUMA classe usa instrumentos naturalmente.

    Tendo esse pensamento você irá me dizer: “Então não tem a pericia certo?”

    Eu digo que é apenas gastar um talento e o personagem é apto a tocar seu instrumento. Nessa nova edição adquirir novas pericias basta usar um talento, então o personagem tem automaticamente +5 em todos os testes envolvidos com isso.

    O bardo usa seus instrumentos para melhorar tocar sons e ajudar na recuperação do grupo em descansos curtos. Além que alguns (quase todos) os poderes de Bardo tem a palavra-chave “Implement” que será traduzida como “Instrumento” (não apenas musical).

    Se isso for demais, e não queres consumir um talento para tal coisa: “Deixe anotado no seu Backgroun (verso da ficha de personagem) que seu personagem sabe tocar alguns instrumento musical”

    Sempre que for realizar aquela ação considere um bonus de +2 no teste de carisma para fazer uma boa musica.

    Acredito que isso resolve ambos os lados.

    Abraços

  2. Concordo com o Nerdcore. Eu usaria Blefar ou Diplomacia ou, como mestre, eu pediria um teste de Carisma +1/2 do nível (teste de atributo) para quem quiser rolar atuação, se fosse necessário.

  3. “O importante é que sem a perícia Atuação o meu Samurai teria menos opções de ter como apresentar sua “Arte”.”

    A ficha da 4ª edição não foi feita para apresentar “TUDO” oque seu persoangem pode fazer e sim as coisas mais importantes, coisas que podem apresentar um risco de vida para seu personagem.

    Para dizer as outras coisas que a sua personagem “pode” fazer é importante escrever uma história mais profunda para ela e mais e mais interpretação do jogador.

  4. eu concordo com algumas coisas ditas pelo Shin.

    é tipo o esquema de oficios, q apesar de não existir na ficha, você deve definir q é um armeiro em seu background (inclusive no artigo de backgrounds da dragon tem um background pra isso, acho q será melhorado no PHB 2), a mesma coisa para atuações, para corte e costura, cozinhar e etc, claro, tudo sempre deve ser autorizado pelo mestre

  5. Só não gosto muito da idéia de explicar no background algo que você sabe fazer. Se um jogador apelão [e eles existem aos montes] disser que seu personagem humano, que acabou de se tornar aventureiro, é: cozinheiro, ferreiro, e dançarino [coisas relativamente fáceis de se aprender, com exceção do ferreiro, que ele pode ter dedicado a grande maioria do seu tempo] então ele ganha algum bônus [por menor que seja] para testar algo relacionado a isso em alguma parte da sessão.
    Só por que ele falou no background que sabe fazer aquilo.

    Não é piada, nem criticando nenhum dos sistemas, mas acho que isso é coisa dos sistemas do Mundo das Trevas.

  6. Eu prefiro dar bonûs pelo jogador ter pensado na história dele do que não dar nada.

    Mas não basta dizer “eu sei fazer isso”… tem que dar uma profundidade… “eu aprendi a fazer isso quando passei um tempo em tal lugar e a pessoa tal me ensinou a arte de fazer isso e aquilo e hoje eu….”

  7. Sakei. Só não gosto muito da idéia de um personagem ter habilidades que não consta na ficha. Só costume. Não e pior, nem melhor. Só não gosto.

  8. O máximo que posso fazer com esse comentário é agradecer a opinião de todos. Isso por que a minha opinião está bem clara no artigo e fica dificil defender a minha teoria se eu naum conheço a quarta edição ainda.

    Gosto de D&D e confesso que poucos dos meus personagem tiveram a pericia atuação, mas por enquanto acho que vou sentir falta.

    No mais, na falta da pericia concordo com Newton: fazer um teste de Carisma mais metade de seu nivel. Isso se realmente for importante. Se for apenas pra dar mais personalidade e background ao personagem, fiquemos com os backgrounds explicativos. Mas no caso de explicar no background o narrador naum deve apresentar uma situação onde o conhecimeno em questão, explicado no background, será decisivo.

    Volto com uma opinião melhor formada quando aprender D&D 4ª Ed.

O que achou desse post?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s